Artigos relacionados

 

Bombeiros do RJ. Entrevista com o Cabo Daciolo - Em entrevista ao programa Balanço Geral no inicio de agosto o Cabo Daciolo, um dos líderes do movimento dos bombeiros do Rio de janeiro, fala sobre as reivindicações. Daciolo esteve preso no presídio de segurança máxima Bangu 1. 

http://reajuste.info

 Benevenuto Daciolo se destacou no movimento SOS bombeiros do Rio de janeiro. Carismático e de voz forte o militar representa bem o bombeiro militar, visto pela população como herói, mas ignorado por políticos que se revezam no controle do aparelho estatal.  Daciolo recebeu sobre si uma pífia acusação que já virou praxe contra líderes que se destacam em busca de melhorias para as categorias militares. “Ele tem interesse eleitoreiro”.

 

Após ser libertado do presídio Bangu 1 o militar e outros que foram punidos por conta das manifestações aguardam a concretização da anistia proposta por alguns políticos cariocas.

    Algumas declarações ao programa Balanço Geral: “As principais reivindicações ainda não foram atendidas... que são o fim das gratificações, um piso salarial líquido de dois mil reais e o vale transporte.”

 

   Daciolo reclama que os valores pagos para o vale transporte são irrisórios em comparação com o que é gasto para que os militares cheguem aos seus locais de trabalho, diz ainda que a questão do término das gratificações é muito importante para os militares afastados por doença e/ou reformados, pois com a aposentadoria muitas das gratificações, que compõem o salário total de quem está na ativa, são retiradas dos contracheques, deixando os bombeiros e policiais em situação difícil justamente num momento em que precisariam de mais estabilidade.

    Cabo Daciolo acusa o governo do Rio de janeiro de penalizar financeiramente várias categorias, ele cita os policiais militares, policiais civis, professores e servidores públicos em geral.

       Ainda segundo o cabo a tropa estaria sendo “pressionada” em várias unidades, por comandantes que não tem seguido a mesma linha do Coronel Simões, Comandante Geral, que procura manter o diálogo. http://reajuste.info

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

eXTReMe Tracker