Últimas Notícias

Sociedade Militar

Revista sociedade militar. Militares, direitos, política e geopolítica. Direita, esquerda e esclarecimento.
  • Suspeita de FRAUDE GIGANTESCA em Comício de DILMA. ONG que levou 99 ônibus já recebeu 580 milhões do governo Dilma A cada dia estouram mais escândalos que em qualquer país civilizado resultariam em investigações e processos sumários contra partidos e candidatos. A candidata Dilma e correligionários se gabaram muito de um grande ato realizado no semi-árido nordestino nessa terça. Falaram como se as pessoas tivessem comparecido voluntariamente e por meios próprios para prestigiar e apoiar a candidata do Partido dos Trabalhadores. Pois é, o jornal O Globo do Rio de Janeiro, que aparentemente foi o único que se importou com essa questão, divulga um artigo em que informa que a ONG que fez o comício lotar, chamada Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), que levou até o local 99 ônibus lotados de pessoas, recebeu só nos últimos 4 anos mais de 500 milhões de reais em repasses do governo Dilma. O Globo relembra que em campanhas eleitorais é vedado o repasse e ajuda financeira feito por entidades como sindicatos e Organizações de interesse público como a ASA. http://sociedademilitar.com.br  

  • A dois dias das eleições um abaixo assinado pedindo o IMPEACHMENT de DILMA por corrupção conta com mais de 500 mil assinaturas e o número se agiganta a cada segundo. Avaaz se enrola na própria esperteza, petição contra DILMA ultrapassa 500 mil assinaturas e caminha para um milhão. Pelo que se observa a quantidade de adesões cresce exponencialmente e até o fim do dia pode alcançar mil pessoas por minuto.    As denúncias de corrupção chegaram ao extremo com a declaração de Youssef de que Dilma e Lula tinham conhecimento das irregularidades ocorridas na maior empresa do país. A sociedade esclarecida, que tem acesso à mídia e internet, faz o que pode para que o restante da população tome conhecimento do verdadeiro caráter de alguns membros da elite governamental brasileira, mas nem sempre é fácil obter sucesso. O abaixo assinado pedindo um processo legal de impeachment contra a atual presidente é uma das várias tentativas de sensibilizar a população e autoridades de que há uma significativa parcela da sociedade que deseja que a omissão ou participação de Dilma Roussef sejam apurados de forma sistemática e rigorosa.  É obvio que os abaixo-assinados da Avaaz não tem nenhum poder legal. O abaixo-assinado pedindo a deposição de Renan Calheiros teve mais de 1 milhão de signatários, mas em nada resultou, foi omitido pela imprensa. Contudo, essas listas virtuais na Avaaz servem, assim como os abaixo-assinados feitos em outros sites, para mostrar as tendências políticas da sociedade brasileira. E quando enviados a órgão de imprensa eles mostram a todos o tamanho da rejeição que há em relação a agentes públicos do QUILATE de Dilma Roussef. Cabe aos signatários das listas divulgá-las e mostrar a sociedade que podem e devem expressar sua rejeição e indignação de todas as maneiras possíveis. A Avaaz dá destaque nas primeiras páginas do seu site, para as ações que lhes soam como politicamente corretas, principalmente sob o prisma esquerdista. Possivelmente ninguém recebeu nenhum e-mail pedindo para participar da campanha que pede a deposição de Dilma Rousseff, e mesmo assim o abaixo-assinado já conta com mais de 500 mil assinaturas. O número de adesões cresce rapidamente e está agora em 60 pessoas por minuto, mas até a noite pode alcançar mil pessoas por minuto, se não ocorrer nenhum problema "técnico".  Vasculhando o site da Avaaz descobrimos que há outro abaixo-assinados contra Dilma  também “escondidos”. Revista Sociedade Militar. LINK do ABAIXO-ASSINADO https://secure.avaaz.org/po/petition/Impeachment_da_Presidente_Dilma_1/    

  • Dilma e LULA sabiam dos esquemas da PETROBRÁS. Revista Veja de 24/10. E agora? A veja que sai daqui a pouco divulga que Youssef contou que Dilma e Lula estavam cientes do que acontecia.  Estamos a três dias das eleições, por isso a notícia não pode deixar de influir muito na escolha do candidato. Lembramos que o doleiro está realizando delação premiada, se mentir deve perder os benefícios que ganharia com a divulgação de detalhes das operações escusas dentro de instituições governamentais. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo: — O Planalto sabia de tudo! — Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado. — Lula e Dilma, respondeu o doleiro. Se a informação de Youssef for comprovada, mesmo que eleita no domingo, Dilma deverá ser retirada do cargo. Isso está prescrito pela lei Lei 1.079. Art. 1º São crimes de responsabilidade os que esta lei especifica. Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando simplesmente tentados, são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República. Art. 9º São crimes de responsabilidade contra a probidade na administração:... - não tornar efetiva a responsabilidade dos seus subordinados, quando manifesta em delitos funcionais ou na prática de atos contrários à Constituição. Veja também:  Forças Armadas e Policiais podem virar o JOGO no último minuto? PEC-300 a vista? Aécio precisa ser mais direto.    

  •    "Já que se fala em centralizar a segurança pública ... Se Aécio disser que vai colocar a PEC em votação e incluir na mesma os militares das Forças Armadas, dando a todos os membros da segurança pública do país as mesmas condições salariais, ele instantaneamente "

  •    150 casos de violação de direitos humanos... O alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, expressou nesta segunda-feira (20) grave preocupação com a continuidade da detenção do líder da oposição venezuelana Leopoldo López, bem como de outras 69 pessoas detidas durante os protestos públicos que... .

Últimos comentários

  • Militares aguardam anúncio de reajuste.

    18.09.2014 23:37
    I used to be able to find good information from your articles.

    Leia mais ...

     
  • PEC 300 - PRESSÃO EM BRASÍLA PELA aprovação, concentração nos dias 23 e 24

    13.12.2013 23:05
    ATÉ QDO HAVERÁ MOROSIDADE PARA CONCEDER NO MÍNIMO UM PATAMAR RAZOÁVEL QUE INCENTIVE O POLICIAL EM SUA JOPRNADA, JÁ QUE COLOCAMOS EM RISCO NOSSAS VIDAS E DE FAMILIARES EM BUSCA DE UMA SOCIEDADE MAIS ...

    Leia mais ...

     
  • Militares aguardam anúncio de reajuste.

    13.12.2012 19:36
    Para quem deu a vida por outros estão sofrendo pelo esquecimento. Não é justo que os pensionistas tem um valor estipulado pelo salário serem esquecido de serem também reajustados. Quem segura nas mãos ...

    Leia mais ...

     
  • Militares aguardam anúncio de reajuste.

    29.08.2012 18:59
    Se for 45% de uma só vez , tudo bem,se for em 3 anos ficaremos na mesma miséria,a inflação é a maldição. :lol:

    Leia mais ...

     
  • Dezoito categorias aceitaram as propostas do governo federal, mas policiais e funcionários do Incra decidiram manter a greve.

    28.08.2012 18:08
    Não aguento mais essa novela, mas creio que essa semana acaba, só quero saber o índice para os militares para nos planejarmos para mais 3 anos de penúria!

    Leia mais ...

 
 
 

Policiais de Belém – Luta pelo reajuste.

 

 

policia belém manifestação salarios
   Lembramos que há três dias alguns policiais militares foram acusados de incitar por meio das redes sociais (Facebook) a mobilização por um reajuste digno para a categoria. Os policiais foram enquadrados no estatuto dos militares.

Policiais civis realizaram uma manifestação ontem em frente à Secretaria Estadual de Administração (Sead), na travessa do Chaco, com a avenida Almirante Barroso, no bairro do Marco, para reivindicar melhores salários e condições de trabalho. A categoria ameaça entrar em greve caso as negociações com o governo não avancem.

Aproximadamente 100 policiais se concentraram em frente à Sead pedindo que uma comissão de servidores fosse recebida pela titular da Secretaria, Alice Viana. Na pauta de discussão, a categoria pede incorporação do abono salarial ao vencimento base, aumento do número de vagas para progressão funcional e gratificação de escolaridade (nível superior) administrativamente. "Queremos a incorporação de R$ 540 ao vencimento, que é de R$ 670", afirmou Rubens Teixeira, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Pará (Sindpol/PA).

O valor de plantões extras pagos aos policiais também está entre as reivindicações. "Nós recebemos R$180 para um plantão de 24h, é um absurdo", disse. A nomeação de delegados, investigadores e policiais civis do concurso C149, de 2010, é outra exigência. O número de profissionais atuando atualmente estaria muito abaixo do necessário. "Temos em torno de 2.548 policiais em todo o estado. Considerando os que estão de licença ou se aposentando e as férias, temos 1.869 policiais para trabalhar em todo o estado", ressaltou Teixeira.

A recente decisão da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), de que policiais militares começarão a registrar ocorrências criminais, também desagrada a categoria. "A população não quer apenas fazer um B.O (Boletim de Ocorrência), quer ter delegados, escrivães. Colocar policiais militares não é a solução, não vamos admitir isso", informou.

 

DUAS HORAS EM FRENTE A SEAD

A categoria passou mais de duas horas em frente à Sead e a comissão não foi recebida para negociação. Em nota, a Sead informou que "tem buscado honrar com o conjunto dos servidores públicos, especialmente no que se refere ao mês de revisão anual de salários, previsto no Regime Jurídico Único (RJU), que é o mês da data base-abril".

A Secretaria afirmou ainda que "não há nenhum descumprimento de compromisso com os servidores públicos, posto que a data base é abril e o reajuste a ser acordado com os servidores só incidirá na folha ao final do citado mês".

Trânsito engarrafado e nada decidido

Como não foram recebidos pela secretária de Administração, os policiais fecharam os dois sentidos da avenida Almirante Barroso, em sinal de protesto, gerando um engarrafamento quilométrico. Antes disso, os policiais souberam, através de uma nota enviada à imprensa, que uma reunião estava agendada com Alice Viana para o dia 21, às 9h30, na Sead. Os manifestantes pediram, por cerca de uma hora, para que o presidente do sindicato, Rubens Teixeira, entrasse para receber a assinatura que daria ciência ao acordo.

Essa indecisão sobre receber ou não o sindicato foi o que gerou o fechamento das duas vias. "Eu quero saber se eles engoliram a chave", reclamou um dos policiais que aguardavam na chuva a autorização de entrada do presidente. Assinado por volta das 14h, o documento foi mostrado aos manifestantes, que decidiram liberar pacificamente a via e aguardar a discussão das reivindicações no novo encontro marcado. 

Dados de wdnoticias e foto de Diario Online

http://reajuste.info

 

Contribute!
Books!
Shop!
eXTReMe Tracker