Professores e funcionários da educação do Rio de Janeiro – Reajuste diferenciado e auxilio alimentação.

 

Os 148 mil servidores em atividade, aposentados e pensionistas da rede carioca de ensino receberão reajuste salarial somente no segundo semestre de 2013. O anúncio foi feito ontem pelo secretário estadual de Educação, Wilson Risolia. A intenção é conceder aumento superior a 5,84%, correspondente à inflação oficial do ano passado e medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O Sindicato dos Profissionais de Educação (Sepe) reivindica 36% de correção.

 

Embora já tenha definido o índice que será o mesmo para todos os cargos, Risolia decidiu não revelá-lo até que seja enviado para votação na Assembleia Legislativa (Alerj), o que deve ocorrer até junho.

A partir de março, os 91 mil servidores ativos da rede passarão a ganhar R$ 160 de auxílio-alimentação. O benefício, no total de R$ 120 milhões, será pago em abril, retroativo a março. Mas, professores e funcionários administrativos vão poder continuar almoçando nas escolas.

Na segunda-feira, 930 mil estudantes retornam às aulas na rede que terá seis escolas novas: Gamboa, Senador Camará, Andaraí, e nos municípios de Conceição de Macabu, de Duque de Caxias e de Belford Roxo. “Começaremos o ano letivo com a casa arrumada, mas ainda com alguns gargalos na infraestrutura”, diz Risolia.

Dados de O Dia.

http://sociedademilitar.com

 

 

eXTReMe Tracker