Últimas Notícias

Sociedade Militar

Revista sociedade militar. Militares, direitos, política e geopolítica. Direita, esquerda e esclarecimento.
  • ... não há concorrência ideológica no pleito de 2014 para o cargo de presidente da república. É politicamente incorreto se dizer de direita e por isso nenhum candidato “de ponta” ousa enfrentar o discurso hegemônico. Para o legislativo também são poucos ...

  • Defesa admite TORTURA! Faltam só as DESCULPAS para o ORGASMO completo.    Documento do Ministério da Defesa confirma o quanto o organismo é sensível às pressões dos tais movimentos sociais, feitas por meio de abaixo-assinados, manifestos, escrachos e outras choradeiras dos esquerdistas, que querem porque querem que os militares peçam desculpas aos ex-militantes de esquerda que desejavam, apoiados por países socialistas, como Russia e Cuba, implantar o comunismo no Brasil. Há pouco tempo a esquerda descobriu um documento em que o General Enzo determinava que todas as respostas dadas à Comissão da Verdade ou outras instituições que investigavam crimes ocorridos no passado, deveriam passar pelo crivo do Comando do Exército. Fez-se o maior estardalhaço em torno disso e vários sites, inclusive o queridinho 247, pediram a cabeça do Comandante do Exército. Alegavam que ele, ao transmitir tal determinação, estaria sendo insubordinado e desmoralizava a presidenet Dilma perante a sociedade, pois estaria "desafiandio" a CNV. Hoje vários sites esquerdistas disseram: "Comando da Aeronáutica afirma não ter elementos para contestar que houve graves violações nem o reconhecimento da responsabilidade do Estado, e o da Marinha alega que não tem provas para negar nem confirmar as violações apontadas pela CNV." No ofício, Celso Amorim disse: “... desde já, considero oportuno esclarecer que tenciono consignar, em minha manifestação à CNV, que o ordenamento normativo reconheceu a responsabilidade do Estado pela morte e desaparecimento de pessoas durante o regime militar, bem como pelos atos de exceção praticados no período de 18 de setembro de 1946 a 05 de outubro de 1988. 3. Nesta perspectiva, o Estado Brasileiro, do qual este Ministério faz parte, por meio das autoridades legalmente instituídas para esse fim, já reconheceu a existência das lamentáveis violações de direitos humanos ocorridas no passado e assumiu sua responsabilidade pelo cometimento desses atos... observo que as conclusões dos ofícios dos Comandos Militares não se contrapõem a esse reconhecimento” Amorim termina seu ofício à Comissão da Verdade com a promessa de que continuará colaborando para o que chama de “reconciliação nacional”. O Ministro da Defesa diz: “Aproveito a oportunidade para reiterar a disposição deste Ministério e das Forças de continuar contribuindo com essa Comissão para a efetivação do direito à memória e à verdade e a promoção da reconciliação nacional.” Não há informação alguma que confirme que não estamos reconciliados. Na verdade nunca a sociedade brasileira esteve em algum tipo de guerra civil generalizada. O que ocorreu foi uma ação sistematizada do exército para destruir pequenos focos terroristas que pretendiam lançar o país no caos, com a esperança de que parte da sociedade se unisse às suas fileiras. Contudo, a sociedade preferiu a democracia e a esmagadora maioria apoiava as ações dos militares. O Ofício completo, festejado pela esquerda como se fosse uma espécie de confissão, foi assinado pelo civil Celso Amorim, Ministro da Defesa, e está em: http://www.cnv.gov.br/images/pdf/Defesa_FFAA_esclarecimentos_2014_09_19.pdf http://sociedademilitar.com.br    

  • O jornal online 247, financiado por patrocinadores estatais inventou assinaturas em um suposto manifesto em apoio à re-eleição de DILMA. Hoje os artistas começaram a negar que assinaram tal documento. Veja abaixo a mensagem no facebook de Matheus Nachtergaele, que protagonizou vários filmes, entre eles Tropa de Elite, Cidade de Deus e auto da compadecida.

  • Congresso promove enquete para definir CONCEITO DE FAMÍLIA. LGBTS querem acabar com definição que inclui pai e mãe. Família tradicional permanece ganhando disparado, veja aqui e participe.Congresso promove enquete para definir CONCEITO DE FAMÍLIA. LGBTS ...

  • ... A nossa proposta é de estabelecer a plena cidadania aos integrantes da família militar, atuando principalmente no setor mais sensível e precioso que são os seus integrantes e familiares... 

Últimos comentários

  • Militares aguardam anúncio de reajuste.

    29.08.2012 18:59
    Se for 45% de uma só vez , tudo bem,se for em 3 anos ficaremos na mesma miséria,a inflação é a maldição. :lol:

    Leia mais ...

     
  • Dezoito categorias aceitaram as propostas do governo federal, mas policiais e funcionários do Incra decidiram manter a greve.

    28.08.2012 18:08
    Não aguento mais essa novela, mas creio que essa semana acaba, só quero saber o índice para os militares para nos planejarmos para mais 3 anos de penúria!

    Leia mais ...

     
  • Militares aguardam anúncio de reajuste.

    27.08.2012 20:32
    Espero que dessa vez saia, tantos alarmes falsos...

    Leia mais ...

Reajuste para os MILITARES - 2014. Novos soldos para praças e oficiais.

Reajuste para os MILITARES - 2014. Novos soldos para praças e oficiais.
 
A partir de 1º de março de 2014 os soldos serão os seguintes:
 
 
  2014 2015

Capitão-Tenente e Capitão

6.363,00

6.945,00

 

Primeiro-Tenente

 

6.027,00

 

6.576,00

 

Segundo-Tenente

 

5.469,00

 

5.967,00

 

Suboficial e Subtenente

 

4.284,00

 

4.677,00

 

Primeiro-Sargento

 

3.789,00

 

4.134,00

 

Segundo-Sargento

 

3.273,00

 

3.573,00

 

Terceiro-Sargento

 

2.703,00

 

2.949,00

 

Cabo (engajado) e Taifeiro-Mor

 

1.809,00

 

1.974,00

 

Cabo (não-engajado)

 

645,00

 

702,00

 

7. DEMAIS PRAÇAS

 

  2014 2015

Marinheiro, Soldado Fuzileiro Naval e Soldado de 1ª Classe (especializados, cursados e engajados), Soldado-Clarim ou Corneteiro de 1ª Classe e Soldado Paraquedista (engajado)

 

1.365,00

 

1.491,00

Marinheiro, Soldado Fuzileiro Naval, Soldado de 1ª Classe (não-especializado) e Soldado-Clarim ou Corneteiro de 2ª Classe, Soldado do Exército e Soldado de 2ª Classe (engajado)

 

1.149,00

 

1.254,00

 

Marinheiro-Recruta, Recruta, Soldado, Soldado-Recruta, Soldado de 2ª Classe (não engajado) e Soldado-Clarim ou Corneteiro de 3ª Classe

 

588,00

 

642,00

             

 

Contribute!
Books!
Shop!
eXTReMe Tracker